Fandom

Sinistrae

Partido Trabalhista Brasileiro

89páginas
nesta wikia
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar
Série temática sobre a
Política
Pensadores Políticos
Adolf Hitler (1899-1945)
Mao Tse-Tung (1893-1976)
Mikhail Gorbachev (1931-...)
Lista de Políticos (Todos os Indexados)
Sistemas Políticos
Fascismo
Nacional-Bolchevismo
Nacional-Socialismo
Socialismo
Países e Nações
BRASIL.JPG
República Federativa do Brasil
China.jpg
República Popular da China (1949-...)
450px-Flag of Angola.svg.png
República de Angola (1975-...)
Ira-bandeira.jpg
República Islâmica do Irã (1979-...)
800px-Flag of Germany.svg.png
Alemanha (1990-...)
Lista de países extintos
Partidos Políticos
Partido Comunista da China
Partido Comunista de Cuba
Partido Comunista da União Soviética
Partido Nacional Fascista
Partido Popular Socialista
Partido Socialismo e Liberdade
Partido Trabalhista Brasileiro
Partido dos Trabalhadores


PTB MA~1.JPG

Simbolo do Partido Trabalhista Brasileiro

O Partido Trabalhista Brasileiro é um partido político brasileiro trabalhista, um dos mais antigos existêntes no Brasil, algumas vezes se posicionando na direita e por vezes na esquerda, tendo-se como fundador Getúlio Dornelles Vargas, o 17º presidente brasileiro do Estado Novo brasileiro. Possui o registro eleitoral no Tribunal Superior Eleitoral, com seu código eleitoral registrado com a numeração 14.

HistóriaEditar

O Partido Trabalhista Brasileiro foi fundado no Rio de Janeiro (então Distrito Federal), em 15 de maio de 1945 sob a inspiração de Getúlio Dornelles Vargas, seu maior líder e no bojo do Queremismo, movimento popular cuja consigna era Queremos Getúlio e que propunha uma Assembléia Constituinte com Getúlio Vargas na presidência da República. Além de Getúlio Vargas, a fundação do Partido Trabalhista Brasileiro foi articulada pelo seu Ministro do Trabalho, Alexandre Marcondes Filho. Sua base eleitoral era o operariado urbano, com forte ligação com os sindicatos. As fontes culturais do Partido Trabalhista Brasileiro são o castilhismo gaúcho, o positivismo, traços de social-democracia e o pensamento de Alberto Pasquialini, o maior ideológo do Partido Trabalhista Brasileiro. Entre 1945 e 1964 foi o partido político que mais creasceu no sistema partidário brasileiro, tanto em votos quanto em filiações: em 1946 o Partido Trabalhista Brasileiro tinha 22 deputados federais, em 1964 tinha 104 deputados federais. Isto refletiu a crescente urbanização e industrialização que o Brasil experimentou naqueles anos. O Partido Trabalhista Brasileiro era entre os grandes partidos políticos de então, o mais a esquerda e constantemente assinalado pelos opositores de ter políticas comunistas.

O Partido Trabalhista Brasileiro era extremamente forte eleitoralmente quando coligado com o Partido Social Democrático, também criado por simpatizantes de Getúlio Vargas, mas sustentado principalmente pela camada média e o empresariado, tendo uma política conservadora em comparação ao Partido Trabalhista Brasileiro. Esta coligação tinha como principal adversário a União Democrática Nacional, partido den direita conservador. O Partido Trabalhista Brasileiro apoiou o Partido Social Democrático nas eleições de 1945, quando foi eleito Eurico Gaspar Dutra. Em 1950, o Partido Trabalhista Brasileiro teve pôr candidato o próprio Getúlio Dornelles Vargas, enquanto que o Partido Social Democrático lançou Cristiano Machado. Vargas voltou a presidencia nos braços do povo e só deixaria o Palácio do Catete morto, após forte oposição da União Democrática Nacional e de Carlos Lacerda em especial, para impedi-lo na presidencia.

Nas eleições de 1955, a coligação volta a presidencia com o pessedista Juscelino Kubitschek e o trabalhista João Goulart. Jango, eleito vice-presidente, fez mais votos que JK. Jango seria reeleito vice-presidente em 1960, sendo Jânio Quadros eleito presidente. Jânio, do Partido Democrata Cristão e apoiado pela União Democrática Nacional infringiu a derrota ao Partido Social Democrata - Partido Trabalhista Brasileiro, em eleições presidenciais na primeira fase democrática brasileira. O candidato do Partido Social Democrático era o Marechal Henrique Teixeira Lott.

Em 25 de agosto de 1961, Jãnio Quadros renuncia ao cargo, e as forças militares brasileiras tentam impedir a posse de Jango, tendo início a Campanha da Legalidade, comandada pelo Leonel Brizola, governardo do Rio Grande do Sul pelo Partido Trabalhista Brasileiro. Jango acaba empossado num sistema parlamentarista, que é repupudiado pela população anos depois. Jango seria deposto pelo Golpe Militar de 1964. Durante o regime militar brasileiro, para combater os movimentos comunistas, se perseguiu e cassou principalmente políticos trabalhistas, como foi o caso de Jango, Brizola e Sereno Chaise, entre outros, além de lideranças comunitárias, sindicais e estudantis ligadas ao partido.

O Regime militar brasileiro, em 1965, através do Ato Institucional - 2, extingue todos os partidos políticos eté então existentes, incluindo o Partido Trabalhista Brasileiro, cujo último presidente fora Getúlio Vargas, edificando um sistema bipartidário na política brasileira. A quase totalidade dos petebistas que não haviam sido cassados ou haviam se exilado migrou para o recém criado Movimento Democrático Brasileiro. o sistema bipartidário durou até 1979. Neste ano, o presidente João Figueiredo, dentro do processo de abertura política, restaurou o sistema partidário brasileiro.

Após a anistia, diversos trabalhistas históricos voltaram do exílio, de onde vinham organizando a reestruturação do partido, principalmente sobre a liderança de Leonel Brizola. Houve então uma acirrada disputa pelo nome, pela sigla e pela legenda do PTB, entre o grupo de Brizola e o grupo liderado pelo ex-deputada Ivete Vargas, sobrinha de Getúlio Vargas, e antiga presidente do PTB paulista. Tendo o Tribunal Siperior Eleitoral dado ganha a causa ao grupo de Ivete Vargas, o grupo de Brizola fundou o Partido Democrático Trabalhista, O registro provisório do PTB junto ao Tribunal Superior Eleitoral ocorreu em 1980. Na época acusou-se Golbery de Couto e Silva de tramar a cessão da sigla para Ivete Vargas, a fim de enfraquecer o grupo de Brizola.

Em 1980, tinha apenas um deputado federal, Jorge Cury, do Rio de Janeiro e nas eleições de 1982, o partido elegeu 13 deputados federais: 5 no Rio de Janeiro e 8 em São Paulo, levados por mais de 270 mil votos de Ivete de Vargas. Ivete Vargas faleceu em 3 de janeiro de 1984. Foi sucedida pelo então deputado federal Ricardo Machado, de Ribeirão Preto. Na Assembléia Constituinte o partido foi liderado pelo deputado federal Gastone Righi, janista de são Paulo. de 1986 a 1991 foi presidido pelo ex-deputado Luiz Gonzaga de Paiva Muniz, do Rio de Janeiro, e após pelo senador paranaense José Carlos Martinez, finalmente sucedido pelo Roberto Jefferson, após seu falecimento. Em 1993 a 1996, é eleito pelo partido o Walter Demarchi em São Bernardo do Campo, tendo-se como vice-prefeito Antônio Tito Costa do Partido do Movimento Democrático Brasileiro.

SitesEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wikia aleatória